Escolhida a mascote dos VII Jogos Estudantis da CIANSP!

Foram 29 desenhos inscritos no concurso. Eles passaram pela análise de uma equipe multidisciplinar de 34 jurados que selecionaram os três finalistas que foram à votação popular na internet durante uma semana recebendo mais de 1.000 votos. 

1º lugar 44,9% – DOMINGUINHOS

2º lugar 28%  – LAGUNE

3º lugar 27,1% – MICO-LEÃO-DOURADO

Dominguinhos, a mascote idealizada pelo estudante Miguel Fagundes, do 6º ano do Colégio Nossa Senhora de Lourdes, Lavras/MG, recebeu 44,9% dos votos dos internautas, totalizando 447 votos.

Segundo Miguel, a mascote Dominguinhos é a personificação do amor ao próximo e compaixão pelos que precisam de apoio. Inspirado na história de Monsenhor Domingos, fundador da CIANSP – Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade, Dominguinhos não poupa esforços para ajudar as equipes esportivas da CIANSP a alcançarem seus objetivos.

“Com muita vitalidade e energia, ele estará na torcida incentivando, encorajando e vibrando por cada competidor. Dominguinhos acredita que um time é muito mais que unir forças para vencer, ele acredita que união é amor”, relata Miguel ao explicar sua criação.

Respectivamente, os 2º e 3º lugares no concurso, o Lagune e o Mico-leão-dourado, receberam e 28% e 27,1% dos votos dos internautas.

O LAGUNE, criação da estudante Laís Aureliano Lourenço, da 1ª série do Instituto Nossa Senhora da Piedade, Jacarepaguá, Rio de Janeiro/RJ, é um jacaré de escamas azuladas que foi feito com formas mais triangulares e quadradas, demonstrando uma personalidade mais hiperativa e sólida. “Por que um jacaré? Já vi em muitos lugares utilizarem apenas felinos e animais felpudos como mascotes e quis inovar um pouco. Também por recomendação de pessoas próximas a mim para que representasse Jacarepaguá. Seu nome, Lagune, vem da palavra ‘laguna’. Para não impor nenhum gênero, mudei a letra “a” para o “e”. Laguna é uma palavra em espanhol que significa Lagoa, onde os jacarés normalmente moram”, explica Laís.

O MICO-LEÃO-DOURADO foi criação da estudante Ester Menezes Venutolo Duarte, da 2ª série do Instituto São José – Sobradinho, Brasília/DF. Segundo Ester, a escolha do mico-leão-dourado se deu por vários motivos, dentre eles, o fato de ser um animal que costuma andar em bando. “Isso me lembra da importância da convivência e do trabalho em grupo, além disso, o mico-leão-dourado é um animal muito habilidoso, ágil e  esperto, características fundamentais para qualquer esportista”, explica a aluna.

A mascote que venceu o concurso, passou por um processo de digitalização e adequação profissional para estar pronta para ser utilizada durante o evento. “Foi fácil digitalizar o desenho do Miguel pois ele já chegou com um traço bem feito e com personalidade, características típicas de quem tem aptidão em desenhar. Ajustamos a vestimenta do Dominguinhos de acordo com o personagem que inspirou Miguel: Monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro – que tinha olhos azuis, também alterados para o desenho final. Conversamos com o Miguel para usarmos uma bola mais ‘neutra’ para representar a união de todos os esportes. Foi um trabalho de digitalização, mas com a participação do autor”, explica José Alessandro, Relações Públicas da Rede Piedade de Educação que coordenou o concurso.